A Arte de Vender

A Arte de Vender

Somos todos vendedores?

Por ATALIBA GONÇALVES

Vender é um tipo de ação que todos praticamos, algumas vezes até sem o saber, significando, transferir bens ou mercadorias para outrem em troca de dinheiro ou, praticar o comércio de bens e propiciar a oferta de produtos/serviços, até ideias, projetos e imagem.

 O ato de vender evoluiu, inovando tudo que se sabia sobre o assunto, requerendo uma visão mais ampla, uma capacitação mais eficaz e eficiente, procurando traduzir o significado de vendas como a realização de um desejo, atender necessidades especificas reais e, comercialmente, garantir a sobrevivência das instituições e seus negócios.

Quando o vendedor atende um cliente, a continuidade da conversa pode definir o sucesso ou fracasso na negociação, e isso vai depender do conhecimento ou percepção sobre o perfil, o humor e a cultura da pessoa atendida, o objetivo e suas necessidades. O período atual é de assertividade e clareza.

Houve um momento em que o vendedor era “persona non grata”, isto porque a imagem era associada à prática da picaretagem, chateação, exploração, enganação! Felizmente, com o passar do tempo ser vendedor começou a fazer parte da vida das pessoas e dos negócios, uma figura respeitável e reconhecida, considerada essencial. Os vendedores, na atualidade, são profissionais, passaram a ser uma espécie de consultores comerciais e, como tal, sabendo ouvir analiticamente, aconselhando o melhor negócio para seus clientes.

Todo vendedor que se preze passa por cursos intensivos de vendas, para torná-lo mais apto. Testes também são aplicáveis. Enfim, o vendedor precisa apresentar altos índices que representem o seu ponto de equilíbrio, a sua percepção mais ampla, sua sensibilidade e gostar de lidar com pessoas. Estamos na era do conhecimento, das vendas pelo e-commerce / marketplace que crescem cada vez mais. Muda a chamada, a forma de apresentação e a fase de demonstração requer muito mais criatividade e apelação.

A arte de vender, seja presencial ou virtual, tem como base procurar conhecer o cliente o mais possível, realizar sonhos, atender a determinadas necessidades que muitas vezes nem o cliente percebe, mas em contato com o vendedor é capaz de dizer: “Meu Deus, eu nunca tinha pensado nisso” e passa a adquirir um produto cujos benefícios e vantagens lhe serão de grande valia. Saber criar necessidades e supri-las adequadamente é uma iniciativa que nem todos conseguem fazer com sucesso, simplesmente porque não sabem como fazê-lo.

Para o cliente tradicional, o ato de comprar é uma espécie de diversão, a busca de algo novo e total satisfação, cabendo ao vendedor assegurar o sucesso desse momento mágico. Já a visão e o objetivo do comprador profissional, considera o lucro, a operacionalização, os serviços e a qualidade como fundamentais para si e sua empresa.

Logo, dê atenção, sugira, oferte produtos com todos os esclarecimentos possíveis, mostre os reais benefícios, vantagens e possibilidades que os produtos possuem que irá satisfazer cada cliente. Garanta segurança e sobretudo preocupe-se com seu cliente, assegurando que você, seus produtos e a empresa, conjugados, possuem um alto grau de credibilidade, segurança e uma imagem reconhecida pelo mercado. Considere o tempo dos clientes e o No mais os resultados virão, tanto financeiramente como na sua projeção profissional e humana. Seja GENIAL e nunca esqueça de realizar um excelente “Pôs Vendas.

”  O ato de vender evoluiu, inovando tudo que se sabia sobre o assunto, requerendo uma visão mais ampla, uma capacitação mais eficaz e eficiente, procurando traduzir o significado de vendas como a realização de um desejo, atender necessidades especificas reais e, comercialmente, garantir a sobrevivência das instituições e seus negócios.