O MEI Comprando

Regras Básicas

Por MARCIA MELO

O MEI COMPRANDO

Caso o Microempreendedor Individual adquira mercadorias diretamente de outro estado, ocorrerá a cobrança de diferença de alíquota de ICMS. O empreendedor deverá se dirigir a uma repartição da Receita Estadual mais próxima para efetuar o recolhimento, até o dia 15 do mês subsequente. Caso não seja pago, serão gerados juros e multas.

Compras em conjunto:  É permitido a união com outros microempreendedores ara fazer compras em conjunto através de uma formação de consórcio. Isso garante melhores condições para conseguir um preço mais acessível, visto que o volume de compras de microempreendedores é maior. O limite máximo que o MEI poderá efetuar de compras de mercadorias é de até 80% (oitenta por cento) do valor bruto de suas receitas. Exemplo: se o MEI fatura o limite máximo de R$ 6.750,00 (seis mil setecentos e cinquenta reais) por mês, ele poderá comprar até R$ 5.400,00 (cinco mil e quatrocentos reais) por mês.

ATENÇÃO

O MEI não pode revender mercadorias adquiridas sem nota fiscal. Isso é fato!!!!

A formalização do negócio não legaliza o produto, por exemplo, aqueles de origens ilícitas. A lei exige que todos os produtos adquiridos para comercialização sejam com Nota Fiscal emitida em nome da empresa e devendo constar seu CNPJ, não apenas em nome do proprietário e seu CPF. O MEI deverá guardar todas as notas fiscais de suas compras

” O MEI não pode revender mercadorias adquiridas sem nota fiscal. Isso é fato!!!!.