Blog

ADVB-PE realiza noite de premiações no Top Socioambiental e RH 2013

A ADVB-PE realizou no dia 21/05/2013, a Cerimônia de premiação da sexta edição do Prêmio Top Socioambiental e de RH. Premiação distribuída nas categorias Sociocultural, Meio ambiente e Recursos humanos. Dezoito representantes subiram ao palco e comemoraram com a plateia o recebimento dos troféus e placas como reconhecimento da importância dos projetos apresentados para o meio ambiente e a sociedade pernambucana. A abertura Oficial do evento foi realizada pelo Presidente da ADVBPE - Leopoldo de Albuquerque e mediada pelo Vice-Presidente Ataliba Gonçalves. Confira os detalhes dos projetos vencedores da premiação:

Energia renovável, uma solução sustentável - Apresentado pela Alusa Engenharia Ltda, vencedora do prêmio na categoria Meio ambiente. O projeto consiste na implantação de 10 postes movidos à energia limpa e renovável, na área de desenvolvimento e acesso ao canteiro da CAFOR-I. O sistema de iluminação híbrido é alimentado por geração de energia elétrica limpa e renovável, através de fonte eólica (aerogeradores) e solar (painéis fotovoltaicos). A autonomia do sistema independente é de 36 horas. Por ser 100% autônomo, o projeto não depende da rede de alimentação de energia elétrica existente.

O mar está para as tartarugas, com o Pé Quente Tamar - Eis o slogan do projeto desenvolvido pelo Bradesco Capitalização S.A, premiado na categoria Meio Ambiente. O projeto trata de uma linha de títulos exclusiva, com parte da receita proveniente de sua comercialização destinada a projetos ecológicos. O título de capitalização Pé Quente Bradesco Projeto Tamar é específico para a parceria com o Projeto Tamar – de proteção às tartarugas marinhas. O Tamar mantém 22 bases em áreas costeiras e oceânicas, de nove Estados brasileiros. Entre 2011 e 2012 foram protegidos 3.153.401 filhotes e criados em média 691 empregos diretos e 152 indiretos por ano. O Bradesco repassou, no período, R$ 9.408.731,00 ao projeto.

Robô Bio nas ações de educação ambiental da COMPESA - Ciente da importância da educação ambiental associada às inovações pedagógicas, a Companhia Pernambucana de Saneamento desenvolveu o Robô Bio, um novo mascote para interagir com o público. Sua cabeça é uma tela de computador, onde são projetadas suas expressões, imagens e áudio. A programação contém apresentação em vídeo mostrando o que é a COMPESA, o tratamento de água e esgoto, as redes de distribuição e captação, a função do hidrômetro, a Tarifa Social, o consumo eficiente da água e o meio ambiente em geral. As apresentações já beneficiaram mais de 6.000 pessoas.

Projeto pedagogia ambiental Suape: Evolução e avanços 2010 - 2012 - Para informar quanto à correta ocupação dos espaços do Complexo de Suape - do ponto de vista econômico, ambiental e social – o Complexo Industrial Portuário de Suape Gov. Eraldo Gueiros,implantou um programa de Educação Ambiental para formar funcionários proativos quanto à preservação da cultura, da economia e do bioma locais.  O programa é composto de cursos e oficinas; coleta seletiva de papel; campanha permanente de combate à dengue; Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – CIPA, curso de aperfeiçoamento da gestão pública, e dos projetos Visitando Suape e Horizonte Profissional. De 2010 a 2012 foram realizados 88 treinamentos.

Do fardamento às passarelas - uma atitude moderna e sustentável – A Conest realizou o desfile "Reciclando Fashion", que tem a sustentabilidade como marca registrada. A iniciativa surgiu da necessidade de minimizar os impactos causados pela empresa ao meio ambiente, no descarte de fardamentos nos aterros sanitários, e promover novas alternativas de reaproveitar os uniformes descartados. Foram criados 112 modelos de roupas através das parcerias entre o Conest e a Cooperativa Coopcost (estilista e costureiras), o Núcleo Reciclando (oficinas de reciclagem) e o grupo Acauã Cia de Dança (jovens do projeto social). Quanto ao tema do projeto: Frevo, suor e reciclagem colocam o bloco Acauã nas ruas de Olinda - As fantasias foram feitas com uniformes descartados pelos trabalhadores, transformadas em fantasias pelas costureiras da cooperativa Na Emenda, e usadas pelo grupo Acauã Cia de Dança para desfilar nas ladeiras históricas de Olinda, demonstrando que é possível recriar preservando a natureza e propagando a cultura.

O terceiro projeto, intitulado como “Jovem aprendiz” – objetiva o incentivo a indicação de filhos e parentes dos integrantes do Conest, além de pessoas com deficiência, para receberem melhores condições de competir no mercado de trabalho. A premissa é formar mão de obra qualificada, a partir dos núcleos familiares do Conest, para um cenário econômico em permanente evolução tecnológica. O público alvo é composto de pessoas com deficiência (PCD’s) a partir de 18 anos e jovens entre 18 e 22 anos que estejam cursando ou concluíram o ensino médio, para receber formação técnico-profissional nas unidades do SENAI.

Educação ambiental na construção da cidadania - A atividade da construção gera impactos ambientais pelo consumo de recursos naturais, modificação da paisagem e geração de resíduos. Consciente de que a preservação ambiental depende de atitudes ecológicas, e que esta depende de educação, o Consórcio Ipojuca interligações (Construtora Queiroz Galvão/IESA Óleo e Gás) implantou o projeto Educação Ambiental para Construção da Cidadania. O público alvo são os estudantes de escolas públicas - da educação infantil até a fundamental. Visitas a empresas de reciclagens, palestras e oficinas, mostram aos alunos como ações simples melhoram o meio ambiente.

Projeto ambiental descarte zero – apresentado pela Galvão Engenharia – A empresa desenvolveu um método de reutilização material usando madeira descartada - A madeira inservível é reaproveitada na manutenção das estruturas físicas do canteiro de obras ou doada para instituições sem fins lucrativos; o concreto in natura é aproveitado na fabricação de blocos de concreto, utilizados em manutenção de estruturas do canteiro ou também é doado. O concreto sólido é entregue a uma empresa de reaproveitamento sustentável. E os efluentes gerados na obra são tratados e a água residual é reutilizada para o controle da poeira, na umectação das vias da RNEST. O programa reduziu em mais de 60% o envio de resíduos para os aterros.

Concepção urbanística e ambiental - Ajiquiá Desenvolvimento imobiliário SPE Ltda, Inspirou-se nos projetos urbanísticos mais modernos e sustentáveis do mundo, a exemplo de Tianjin, cidade chinesa inteiramente sustentável. As calçadas, vias e ciclovias do bairro integram-se às estruturas viárias metropolitanas e ao Parque do Jiquiá, tendo o pedestre, calçadas sombreadas e os meios motorizados trafegando em harmonia com pedestres e bikes.

Com coleta seletiva municipal e coletores para reaproveitamento da água da chuva, o empreendimento sustentável poderá gerar milhares de empregos à população do entorno, por trazer o novo conceito dos futuros empreendimentos imobiliários que ainda surgirão.

Caminhão de lixo híbrido hidráulico – redução de 25% do consumo de combustível – O caminhão de lixo híbrido, diesel-hidráulico, foi projetado e desenvolvido pela engenharia brasileira e é inédito no mercado Latino Americano. Com grande potencial ambiental, proporciona uma redução de 25% no consumo de combustível em situações do tipo anda e para. Nesses ciclos, o veículo consome uma quantidade mínima de combustível de 0 a 25 km/h, pois é movido apenas pela energia potencial armazenada nos acumuladores hidráulicos. Além dos ganhos em redução de consumo de combustível, também há um aumento de 50% na durabilidade do sistema de freio. O feito fez da Man Latin America merecedora do prêmio na categoria Meio Ambiente. Além disso, outra ação da empresa garante um segundo prêmio de Recursos Humanos, intitulado SGSSO - Sistema de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional – Um Consórcio de fornecedores gerador de compartilhamento de estrutura, cultura e qualidade. A Man Latin America adotou em sua unidade de Resende (RJ) um modelo inovador de gestão, no formato de Consórcio Modular, onde oito parceiros fazem a montagem de conjuntos completos de peças: chassi, eixos e suspensão, rodas e pneus, motores, armação da cabine, pintura e acabamento da cabine. O controle de qualidade é da MAN.

Os parceiros não participam do lucro, continuam sendo fornecedores. Mas, também montam as peças que vendem. Na fábrica, compartilham toda infraestrutura - restaurante, ambulatório, manutenção de máquinas e equipamentos.

ANov Fiber Glass Systems recebeu dois prêmios na categoria Meio Ambiente, sendo o primeiro:Aspectos do produto e seus processos de fabricação voltados às questões ambientais e iniciativas verdes – Segundo aFiber Glass Systems “O segredo é compartilhar com os colaboradores a responsabilidade ambiental dos produtos”. Vazamentos de óleo em tubulações submarinas e grandes incêndios com perda de vidas são desastres frequentes em empresas petroquímicas. Por isso, foi um desafio desenvolver produtos compatíveis a essas exigências - que evitem danos ambientais durante a produção e o uso dos mesmos ofereça segurança aos clientes e, ao mesmo tempo, conscientizem os colaboradores da ideia de melhorar a linha operacional e ambiental. A empresa realizou processos de melhoria na produção, diminuindo o peso, custo de instalação e a manutenção dos mesmos.

Segundo projeto premiado: Aspectos de projeto e detalhes construtivos da planta voltados às questões ambientais – A solução que aproveita luz e calor, economiza energia e aumenta o bem-estar; O forte calor e a farta iluminação gerados pelo clima do Nordeste possibilitaram àNOV Fiber Glass Systems desenvolver um projeto com custo mínimo, de racionalização do consumo de energia, principalmente durante o dia. Luz natural constante e ventos provenientes do litoral próximo ao Cabo de Santo Agostinho, quando tratados adequadamente, propiciam um clima ameno, trazendo aos funcionários da fábrica o conforto necessário para que realizem suas atividades. Com o uso racional da energia elétrica, houve diminuição no consumo em torno de 25%.

Processo de gestão da ambiência organizacional - Líderes não são apenas gestores de processos e negócios, mas de pessoas.  Para contribuir com o desenvolvimento de um ambiente de trabalho favorável ao alcance de metas, com equipes comprometidas com os valores da companhia, a Petrobras Distribuidora implantou o projeto de Ambiência Organizacional - vencedor do Top Recursos Humanos. Foram identificados os pontos críticos e elaborados planos de ações de responsabilidade de cada setor, com a área de RH como consultora e parceira, sobretudo daquelas localizadas fora da sede. Dessa forma, a empresa tem obtido sucesso nos processos internos de mudança.

Outras grandes empresas também estiveram presentes para receber prêmios no palco: Akzo Nobel Ltda - vencedora na categoria Sociocultural com o projeto: Clube da terra; Detran (Departamento de Trânsito de Pernambuco) e também na categoria Sociocultural com o projeto Trânsito é vida e a Alesat Combustíveis S.A, co apresentação do movimento “Orgulho de ser ALE”.

EMPRESA DESTAQUE:

A empresa destaque da noite, a Conest, teve motivos de sobra para comemorar, afinal, conquistou pelo segundo ano consecutivo a premiação nas três categorias do Top: Meio ambiente, Sociocultural e Recursos Humanos numa mesma edição.

ADVBPE parabeniza todos os participantes e agradece de antemão, a presença dos convidados, ciente de que o reconhecimento pelo trabalho conjunto é fruto de uma nova consciência organizacional, enaltecedora dos valores culturais, da inclusão social e do respeito prestado ao meio ambiente, cujo principal beneficiado é sem dúvida, a sociedade pernambucana.

« Voltar Tags: Premiação, Top Socioambiental, RH, Meio ambiente
COMENTÁRIOS

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar!



(81) 3036-5176

Av. República do Líbano, 251 - Empresarial Rio Mar - Torre C, Sala 2801 - Pina - Recife/PE - CEP: 51110-160

 
Casullo Web